Lançamentos Música Mpb Show

SHOW: Caetano Veloso – Abraçaço – Circo Voador

cvnocv

Um Circo Voador lotado presenciou a estréia da nova turnê de Caetano Veloso com a  bandaCê  na noite desta quinta-feira, no Rio de Janeiro.

Se Abraçaço, o cd, trazia imbutida uma tristeza que permeava todo o disco, o show como um todo reflete o justo contrário: é alegre, vigoroso, quase íntimo em vários momentos.

Logo na abertura, ao som de A Bossa Nova é Foda cantada em coro entusiasmado pela plateia formada na sua maioria por uma garotada de 20 e poucos anos, dava pra perceber que o novo trabalho do baiano tinha caído nas graças do público.

No roteiro extenso de 24 números, entraram quase todas as canções de Abraçaço – só Gayana  ficou de fora – em arranjos que respeitaram a forma original das gravações em estúdio.

Ainda na animada primeira parte do show, a sequência Quando o Galo Cantou,  Abraçaço (com Caetano e os músicos em performance que emulava a capa do cd) e  Parabéns, todas do novo trabalho, serviram para mostrar que a crueza sonora de acento indie da ótima banda (Pedro Sá, guitarra, Marcelo Callado, bateria e Ricardo Dias, baixo e teclados) não significava, frieza ou distanciamento.

Foi bonito também o “momento lento” do show: a longa Um Comunista serviu de introdução para Caetano injetar poesia no espetáculo com Estou Triste (a mais bela canção de Abraçaço) e Triste Bahia (Transa, de 1976). O diálogo entre fases diferentes de uma carreira tão profícua ficou evidente em várias passagens do espetáculo: Mãe, canção originalmente gravada por Gal Costa, poderia muito bem ter entrado neste bloco. Hits radiofônicos marcaram presença com Eclipse Oculto e Coisa Mais Linda.

Na sequência, quando o show já se encaminha pro fim,  Caetano costura no roteiro 4 petardos, que de tão bons quase deixaram o bis que viria a seguir, sem grande apelo:  Alexandre (Livro, 1997), Império da Lei,  Reconvexo (sucesso de Maria Bethânia) e Você Não Entende Nada, essa última completada por coro espontâneo do público que parece ter deixado o cantor surpreso.

Aos gritos de “gostoso”, Caetano voltou ao palco ainda para mais três canções: Vinco, A Luz de Tieta e Outro. 

Com Abraçaço, o show, Caetano Veloso encerra  a trilogia iniciada em 2007 com a bandaCê, de forma intensa, animada e coerente.

As 24 canções apresentadas na estréia do espetáculo: 

A Bossa Nova É Foda, Lindeza , Quando o Galo Cantou , Abraçaço, Parabéns, Homem, Um Comunista, Triste Bahia, Estou Triste, Odeio, Escapulário, Funk Melódico, Alguém Cantando, Coisa Mais Linda, Eclipse Oculto, Mãe, Alexandre, Império da Lei, Reconvexo, Você Não Entende Nada. Bis: Vinco, Luz de Tieta, Outro.

Caetano Veloso e bandaCê – Abraçaço

Quando: 21/3/2013
Onde: Circo Voador – Rio de Janeiro
Review: * * * *

1 comentário em “SHOW: Caetano Veloso – Abraçaço – Circo Voador

  1. Pingback: Os 15 shows nacionais de 2013 « Música Estática

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s