Lançamentos Mpb

COITADINHA BEM FEITO: As canções de Angela Ro Ro

coitadinhaO álbum-tributo “Coitadinha, Bem Feito – As canções de Angela RoRo” está disponível para download gratuito desde 29 de abril. A edição física do cd chegará às lojas em meados de maio.

Clique aqui para baixar o álbum.

Armado pelo  selo Jóia Moderna, o cd mostra 17 vozes masculinas da cena indie nacional empenhados em atualizar (homenagear?) a obra da cantora.    Não é um trabalho fácil.  O repertório é calcado na inspirada  década inicial da carreira de Ângela, dona e senhora das melhores interpretações de suas próprias canções. São poucos os que conseguiram até agora fazer versões superiores às originais.

Cada artista, pelo que explica o release do trabalho, ficou totalmente à vontade para compor sua visão a partir do seu próprio universo musical. Daí, talvez, a aparente falta de unidade do conjunto de canções.  Porém, se deixarmos de lado as comparações ou a busca de um conceito definido, o cd apresenta vários bons momentos.

O rapper Rael encabeça os destaques do álbum com a excelente versão para “Perdoai-os, Pai”, música meio esquecida do antológico “Escândalo”, de 1981.

Romulo Fróes, com  “Só Nos Resta Viver”,  Pélico, com “Não Há Cabeça” e Hélio Flanders, responsável por ” Me Acalmo Danando”,  pela falta de ousadia e  aposta na simplicidade acústica acabam acertando o tom.  Lirinha é outro que sai ileso com a complexa “Renúncia”, pinçada do disco de 1980, Só Nos Resta Viver.

Ficou a cargo do Otto, nome mais conhecido no elenco, a interpretação da música que dá nome ao trabalho. Bem no estilão do pernambucano, “Coitadinha, Bem Feito” aparece até dançante e luminosa, traduzindo com perfeição a irônica intenção da compositora.

Mas há também derrapadas – o bom Lucas Santtana era a mão na eletrônica de “Amor, Meu Grande Amor”, emulando um Rapture sem brilho, totalmente deslocado de qualquer originalidade. “Fogueira”, clássica na voz de Maria Bethânia, aparece tímida e sem tempero  na voz de Rodrigo Campos.  Tatá Aeroplano surge bem esforçado em “Balada da Arrasada”, mas não dá liga. Thiago Pethit manda até bem, mas soa convencional em “Mares de Espanha”.

O saldo final de “Coitadinha, Bem Feito – As canções de Ângela RoRo”, fica  na média, não faz feio e é muito bom que esteja aí. Talvez com um número menor de canções seria um cd bem melhor.

“Coitadinha, Bem Feito – As canções de Ângela RoRo”
Review: * * *

 

O repertório do cd:

1. Amor, meu Grande Amor – Lucas Santtana
2. Renúncia – Lira
3. Came e Case – Leo Cavalcanti
4. Só nos Resta Viver – Romulo Fróes
5. Mares da Espanha – Thiago Pethit
6. Balada da Arrasada – Tatá Aeroplano
7. Coitadinha Bem Feito – Otto
8. Abre o Coração – Gui Amabis
9. Gota de Sangue – Adriano Cintra
10. Não Há Cabeça – Pélico
11. Fogueira – Rodrigo Campos
12. Tango da Bronquite – Kiko Dinucci
13. Perdoar-os, Pai – Rael
14. Fraca e Abusada – Gustavo Galo
15. Tola Foi Você – Dani Black
16. A Mim e a Mais Ninguém – Juliano Gauche
17. Me Acalmo Danando – Helio Flanders

0 comentário em “COITADINHA BEM FEITO: As canções de Angela Ro Ro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s