Lançamentos Música Mpb Show

SHOW: Dori, Danilo e Nana Caymmi – 100 anos de Dorival Caymmi

Nana domina a cena em noite da família Caymmi

Os irmãos Caymmi na estreia do show que comemora o centenário de  Dorival
Os irmãos Caymmi na estreia do show que comemora o centenário de
Dorival

Estivesse vivo, no próximo ano Dorival Caymmi completaria 100 anos. Dando a largada nas comemorações do centenário do gênio baiano, os filhos Dori, Danilo e Nana Caymmi acabam de lançar “Caymmi” (Som Livre), álbum com canções menos conhecidas do compositor que é dono de uma das mais representativas e inspiradas obras da música brasileira em todos os tempos.

Com efeito, na quinta-feira, 27/6, o palco do Sesc Vila Mariana presenciou a estreia nacional do show de lançamento do cd em noite emocionante e repleta de talento.

Ainda sem Nana em cena, a primeira parte do espetáculo apresenta Dori e Danilo dividindo os vocais e a atenção em números que privilegiam as canções praieiras, tão profícuas e caras à música de Dorival. É neste primeiro ato que brilha sobretudo o violão reverente de Dori.  Os caminhos seguidos pelo primogênito da família, encarregado da direção musical, são sempre sofisticados dando às cordas evidência maior e relegando o conjunto percussivo a mero coadjuvante. Nesta  pegada, os mares de  “Caminhos do Mar”, “Itapuã”, “Sereia” e “Rainha do Mar”, aparecem em ambientação delicada contrastando com os graves profundos, principalmente na voz de Danilo. O grande momento desta parte do show  surge  no número solo de Dori. Em “O Bem do Mar”, música de 1954, sob olhar de admiração do irmão caçula, o maestro alcança alta voltagem emotiva em interpretação que faz acender na memória o ótimo cantor que foi Dorival Caymmi.

O show muda de figura a partir de “Vida de Negro”, décima-primeira canção do roteiro, famosa parceria de Caymmi com Jorge Amado. Com a entrada nos arranjos da percussão de Marçalzinho, o palco se anima e se colore de púrpura, dando a deixa pra Nana chegar e dominar a cena.

Em tons dramáticos e soturnos a cantora entoa a pouco conhecida “Cantiga de Cego”, outra parceira com Jorge Amado gravada em 1981, causando frisson na platéia que se mostrava impaciente pela demora da diva em tomar parte do show. Daí em diante o que se vê é uma Nana Caymmi levando ao infinito a arte de cantar.

Animada e espirituosa, embala em sequência “Modinha Pra Tereza Batista”, “Vamos Falar de Tereza” e  fazendo uma impensável ponte com Portugal, “Dona Chica (Francisca Santos das Flores)” com a cantora atribuindo um acento fadista aos versos do pai. Já para o final do espetáculo, depois de pungente interpretação de “Dora”, canção mais aplaudida da estreia, a dobradinha “João Valentão” com  a clássica “Só Louco” trouxe à boca de cena as lágrimas de Nana, genuinamente emocionada com a homenagem dedicada a Dorival Caymmi.

O encerramento de ar apoteótico com “Marina” e “Morena do Mar”, dois dos maiores sucessos do baiano, serviu para atestar a grandiosidade da obra de Dorival e a força dos seus genes. Com a soma dos talentos de Dori, Danilo e Nana, o palco do Teatro do Sesc Vila Mariana foi testemunha de um show luminoso em merecida reverência a um gênio da raça.

O roteiro da estreia nacional do show que dá  partida nas comemorações do centenário de Dorival Caymmi:

1. Caminhos do Mar ((Dorival Caymmi / Danilo Caymmi / Dudu Falcão)
2. Itapuã (Dorival Caymmi)
3. Fiz uma viagem (Dorival Caymmi)
4. Roda pião (Dorival Caymmi)
5. Sereia (Dorival Caymmi)
6. Rainha do Mar (Dorival Caymmi)
7. O bem do mar (Dorival Caymmi)
8. Nem Eu (Dorival Caymmi)
9. Maricotinha (Dorival Caymmi)
10. O Que È Que a Baiana Tem (Dorival Caymmi)
11. Vida de Negro (Dorival Caymmi / Jorge Amado)
12. Quando Eu Durmo (Dorival Caymmi)
Balaio Grande (Dorival Caymmi / Osvaldo Santiago)
13. Cantiga de Cego (Dorival Caymmi / Jorge Amado)
14. Modinha Pra Tereza Batista (Dorival Caymmi / Jorge Amado)
Vamos Falar de Tereza (Dorival Caymmi / Danilo Caymmi)
15. Dona Chica (Francisca Santos das Flores) (Dorival Caymmi)
16. A Mãe D´agua e a Menina (Dorival Caymmi)
17. Acaçá (Dorival Caymmi)
18. História pro Sinhozinho (Dorival Caymmi)
19. Dora (Dorival Caymmi)
20. João Valentão (Dorival Caymmi)
21. Só Louco (Dorival Caymmi)
22. Não tem Solução (Dorival Caymmi)
23. Marina (Dorival Caymmi)
Bis – Morena do Mar (Dorival Caymmi)

Dori, Danilo e Nana Caymmi – 100 anos de Dorival Caymmi

Quando: 27 de junho
Onde: Sesc Vila Mariana – São Paulo
Review: * * * * 1/2

0 comentário em “SHOW: Dori, Danilo e Nana Caymmi – 100 anos de Dorival Caymmi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s