Os vencedores do 25º Prêmio da Música Brasileira

pmb_insta

25º Prêmio da Música Brasileira
Quando: 14.5.2014
Onde: Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Review: star-512star-512star-512

A foto acima, reproduzida das redes sociais do 25º Prêmio da Música Brasileira, flagra o cantor Péricles em inusitado dueto com Angelique Kidjo, cantora de Benin que mostrou ter íntimas relações com a música brasileira, num dos pontos mais altos da noite que premiou os artistas nacionais que se destacaram em 2013. Criado em 1997 pelo empresário José Roberto Machline, a premiação que já teve o nome de Prêmio Sharp, acabou se transformando em um dos principais eventos do calendário musical, dando destaque para a produção da indústria nacional.

Entrar no mérito da premiação em si ou da abrangência das vertentes da música feita no país hoje, é desnecessário. Sempre vai faltar ou sobrar nomes. Mas além da entrega dos troféus e reconhecimento da obra dos artistas indicados, o mais interessante da cerimônia é mesmo a configuração das apresentações musicais. Este ano com o samba dando as cartas e com roteiro idealizado por Zélia Duncan sob direção artística de Machline, os encontros no palco foram dos melhores, mesmo não apresentando grandes surpresas conceituais. A aposta na segurança de temas emblemáticos ditou o tom da noite, conforto artístico também escolhido na definição dos arranjos das canções, confiados ao maestro Rildo Hora.

Da abertura, com Gilberto Gil e Mariene de Castro, lançando graça nas interpretações de “Escurinho” (Geraldo Pereira) e  na versão de tons menores de “É Luxo Só” (Ary Barroso / Luiz Peixoto), até o encerramento com Paulinho da Viola personificando a nobreza do samba na trinca autoral “Timoneiro”, “Onde A Dor Não Tem Razão” e “Foi Um Rio Que Passou na Minha Vida”, a festa ocorreu sem sobressaltos. Os grandes momentos, a julgar pela reação da plateia de convidados, foram mesmo a ovação recebida por Maria Bethânia (também escolhida a melhor cantora do ano) refazendo o pout-pourri de sambas de roda já apresentado nos seus shows de carreira e o dueto já citado de Péricles e Kidjo, juntando no mesmo set “Canto das Três Raças” e a pouco conhecida “Sinfonia da Paz” (Altay Veloso).

O roteiro do 25º Prêmio da Música, com seus respectivos intérpretes:

1. É luxo só (Ary Barroso / Luiz Peixoto) / Escurinho (Geraldo Pereira) – por Gilberto Gil e Mariene de Castro
2. Quem te viu quem te vê (Chico Buarque) / Além da razão (Sombrinha / Sombra / Luiz Carlos da Vila) / Não deixe o samba morrer (Edson Conceição / Aluísio)- por João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda
3. Santo Amaro (domínio público) / Quixabeira / Reconvexo (Caetano Veloso, 1989) / Minha Senhora  / Viola Meu Bem (domínio público) – por Maria Bethânia
4. E o mundo não se acabou (Assis Valente) – por Baby do Brasil
5. Chorei (Eduardo Gudin / Paulo César Pinheiro) / Saudosa maloca (Adoniran Barbosa) / Volta por cima (Paulo Vanzolini) – por Fabiana Cozza e Leci Brandão
6. Preciso me encontrar (Candeia) / O sol nascerá (Cartola / Elton Medeiros) / Juízo final (Nelson Cavaquinho / Élcio Soares) – por Beth Carvalho
7. Vá morar com o diabo (Riachão) – Criolo e Riachão
8. Canto das três raças (Mauro Duarte / Paulo César Pinheiro) / Sinfonia da paz (Altay Veloso) – Angélique Kidjo e Péricles
9. Dor de amor (Arlindo Cruz / Acyr Marque / Zeca Pagodinho) / Pedi ao céu (Almir Guineto / Luverci Ernesto) / Vai vadiar (Monarco / Ratinho)- por Arlindo Cruz, Almir Guineto e Zeca Pagodinho
10. Timoneiro (Paulinho da Viola / Hermínio Bello de Carvalho) / Onde a dor não tem razão (Paulinho da Viola / Elton Medeiros) / Foi um Rio que passou em minha vida (Paulinho da Viola) – por Paulinho da Viola

A lista completa de premiados:

– Canção Popular
Cantor: Cauby Peixoto
Cantora: Ângela Maria
Grupo: Monobloco
Dupla: Chitãozinho & Xororó
Melhor Álbum: “Reencontro”, de Cauby Peixoto e Ângela Maria

– Projeto Especial
“Caymmi”, com a família Caymmi

– Álbum eletrônico
Rodrigo Sha

– Álbum em Língua Estrangeira
“Leila Maria Canta Billie Holiday in Rio”, com Leila Maria

– Erudito
“Heitor Villa-Lobos”, com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

– Álbum Infantil
“Arca de Noé”, com Adriana Calcanhotto

– Regional
Cantor: Sérgio Reis
Cantora: Patrícia Bastos
Álbum: “Zulusa”, de Patrícia Bastos
Grupo: Quinteto Violado
Dupla: Caju e Castanha

– Pop/Rock/Reggae/Hip-Hop/Funk!
Cantor: Ney Matogrosso
Cantora: Gal Costa
Álbum: “Atento aos Sinais”, de Ney Matogrosso
Grupo: Passo Torto

– Revelação
Bixiga 70

– Canção
”Samba para João”, de Wilson das Neves

– DVD
“Criolo & Emicida Ao Vivo”, com Criolo e Emicida

– Instrumental:
Álbum: “Mundo de Pixinguinha”, de Hamilton de Holanda
Solista: Hamilton de Holanda
Grupo: SpokFrevo Orquestra

– Arranjador
Gilson Peranzzetta

– Projeto Visual
“Arca de Noé”, com Adriana Calcanhotto e outros

– MPB
Grupo: Boca Livre
Cantor: Milton Nascimento
Cantora: Maria Bethânia
Álbum: “Edu Lobo e Metropol Orkest”

– Samba
Álbum: “Se Me Chamar, Ô Sorte”, com Wilson das Neves.
Grupo: Sururu na Roda
Cantor: Zeca Pagodinho
Cantora: Alcione

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s