Destaque Música Mpb Resenhas Show

SHOW: “A Divina, Teresa Cristina canta Elizeth Cardoso” é show que está à altura da importância de Elizeth na música brasileira

Teresa Cristina em "Elizeth Cardoso, A Divina" (Foto: Alexandre Eça)
Teresa Cristina em “Elizeth Cardoso, A Divina” (Foto: Alexandre Eça)

Teresa Cristina – Elizeth Cardoso, A Divina
Quando: 23.5.2014
Onde: Teatro Sesc Bom Retiro – São Paulo
Review: star-512star-512star-512star-512star-512

Criado como parte da exposição em homenagem à cantora fluminense Elizeth Cardoso (1920 – 1990), realizada no Rio de Janeiro, em 2013, o espetáculo A Divina, Teresa Cristina Canta Elizeth Cardoso cumpriu temporada de três noites na capital paulista com merecido sucesso. Dirigido com sobriedade por Marcio Debellian, o show que conta com projeções de depoimentos da própria Elizeth, alinha em seus 23 números canções que foram símbolos da carreira desta cantora que é uma das maiores intérpretes brasileiras em todos os tempos e que embora tenha começado sua vida profissional na década de 1930, apenas em 1950 gravou seu primeiro álbum.

Encarregada de reavivar em cena a trajetória musical de Elizeth, Teresa Cristina é mesmo o grande trunfo do show. Com atuação impecável, a sambista carioca que ajudou a forjar uma identidade para a efervescência musical do bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, nos anos 2000, arrebata já na abertura do espetáculo, com a sentida interpretação de “Canção do Amor”, o primeiro sucesso de Elizeth. No auge da forma vocal, Teresa consegue, ao longo dos 90 minutos da apresentação, imprimir sua marca à temas que abrangem uma variada gama de emoções, reverenciando a homenageada sem cair na tentação da simples imitação. É assim que ela expressa graça e leveza em “E Daí” e “Pra Machucar Meu Coração“, e se joga, expansiva, em “É Luxo Só” e “Eu Bebo Sim“, humorada canção ausente da temporada carioca que mesmo com a cantora tropeçando na letra funcionou bem na interação com o público. Mas são os números de maior densidade emocional que ditam o ritmo do show e revelam toda a beleza do cancioneiro sublime colecionado pela Elizeth em seus mais de 50 anos de carreira. A correta direção musical de Paulão 7 Cordas com o  grupo Pé de Moleque que remeteu diretamente à sonoridade e formação dos conjuntos regionais tão comuns no país até a década de 1950, conduz o show sem arroubos estilísticos e dá o estofo necessário para Teresa Cristina brilhar. As comoventes versões para “Sim“, “Minhas Madrugadas“, seminal parceria de Paulinho da Viola e Candeia e “Luz Negra“, o clássico de Nelson Cavaquinho, todas incluídas no histórico álbum Elizeth Sobe O Morro (1965), foram destaques entre tantos bons momentos impregnados de elegância. A Divina, Teresa Cristina canta Elizeth Cardoso é show de beleza avassaladora que se impõe como um dos mais inspirados do ano e está à altura da importância de Elizeth dentro da música brasileira.

O setlist apresentado por Teresa Cristina na noite da estreia paulistana:

1. Canção de amor (Elano de Paula / Chocolate)
2. O amor é assim (Sivan Castelo Neto)
3. A flor e o espinho (Nelson Cavaquinho / Guilherme de Brito / Alcides Caminha)
4. Luz negra (Nelson Cavaquinho / Irani Barros)
5. E daí? (Miguel Gustavo)
6. Pra machucar meu coração (Ary Barroso)
7. As praias desertas (Antonio Carlos Jobim / Vinicius de Moraes)
8. Medo de amar (Vinicius de Moraes)
9. Janelas abertas (Antonio Carlos Jobim / Vinicius de Moraes)
10. Canção da volta (Antônio Maria / Ismael Neto)
11. Mundo melhor (Pixinguinha / Vinicius de Moraes)
12. Águas do rio (Anescarzinho do Salgueiro / Noel Rosa de Oliveira)
13. Minhas madrugadas (Paulinho da Viola / Candeia)
14. Depois de tanto amor (Paulinho da Viola)
15. Sei lá, Mangueira (Paulinho da Viola / Hermínio Bello de Carvalho)
16. Jamais (Jacob do Bandolim / Luiz Bittencourt)
17. Sim (Cartola e Oswaldo Martins)
18. Na cadência do samba (Ataulfo Alves / Paulo Gesta)
19. Eu Bebo Sim (Luiz Antonio / João do Violão)
20. Camisa amarela (Ary Barroso)
21. É luxo só (Ary Barroso / Luiz Peixoto)
BIS
22. Pressentimento (Elton Medeiros / Hermínio Bello de Carvalho)
23. Carinhoso (Pixinguinha / João de Barro)

Fotos

0 comentário em “SHOW: “A Divina, Teresa Cristina canta Elizeth Cardoso” é show que está à altura da importância de Elizeth na música brasileira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s