Destaque Música Mpb Resenhas Rock Show

SHOW: De volta à capital paulista, a onda de Adriana Calcanhotto bateu bem

Adriana Calcanhoto no palco do Teatro Paulo Autran (Foto: Alexandre Eça)
Adriana Calcanhoto no palco do Teatro Paulo Autran (Foto: Alexandre Eça)

Adriana Calcanhotto – Olhos de Onda
Quando: 14.8.2014
Onde: Teatro Paulo Autran – São Paulo
Reviewstar-512star-512star-512 1/2

Se lá em 2000, o primeiro registro voz e violão de Adriana Calcanhoto flagrava uma artista no auge do sucesso popular, espontânea e dona de hits que lideravam as paradas das rádios nacionais, agora, Olhos de Onda, o show que a cantora gaúcha estreou em Portugal em 2013 e que virou turnê, cd e dvd, capta uma artista em plena maturidade e, portanto, ciente das suas qualidades e limitações.

Se Calcanhotto não chega a ser uma virtuose do violão, o envolvente show que voltou à capital paulista para quatro apresentações de ingressos esgotados, expõe uma artista inteligente, que usa o carisma natural e a voz em boa forma para dar novo sentido à algumas das suas canções mais conhecidas, sem, contudo, parecer se repetir. Seus maiores sucessos estão alinhados no roteiro, mas antes que eles surjam em cena, ares de ineditismo dão charme maior ao espetáculo. As autorais “E sendo amor”, “Olhos de Onda” e “Motivos reais banais“, esta última urdida sobre versos do poeta baiano Wally Salomão, as três canções realmente inéditas do roteiro, se juntam harmoniosamente com números nunca ouvidos na voz da cantora. Assim, “O Nome da Cidade” (Caetano Veloso), “Tua” (Adriana Calcanhotto), tema feito especialmente para Maria Bethânia, mas que ainda não tinha uma versão da autora e uma pouco inspirada versão para “Back To Black” (Amy Winehouse / Mark Ronson) não deixam que o atual registro intimista fique marcado como uma simples repetição de uma fórmula que fora bem sucedida no trabalho de 2000.

Lindamente iluminado e escorado na atmosfera de refinamento que vem pautando a carreira de Calcanhotto nos últimos dez anos, Olhos de Onda se mostra mais interessante que Público, acertando numa nova assinatura, um tom cool, para os velhos sucessos. “Devolva-me“, “Vambora” e “Esquadros“, esquentam a noite reservados para a parte final do roteiro e abrem caminho, inclusive, para os pedidos da plateia. No bis, “Mentiras“, a escolhida do público, antecede a obra-prima da dor de cotevelo, “Me Dê Motivos” (Sullivan & Massadas) que fecha o show com artista e público totalmente sintonizados. A onda de Calcanhotto deu barato.

O roteiro da reestreia do show Olhos de Onda, na capital paulista:

1. O nome da cidade (Caetano Veloso)
2. Três (Marina Lima / Antonio Cícero)
3. Inverno (Adriana Calcanhotto / Antonio Cícero)
4. Para lá (Adriana Calcanhotto / Arnaldo Antunes)
5. Sem saída (Cid Campos / Augusto de Campos)
6. Motivos reais banais (Adriana Calcanhotto / a partir de versos de Waly Salomão)
7. Olhos de onda (Adriana Calcanhotto)
8. Back to black (Amy Winehouse / Mark Ronson)
9. Mais perfumado (Adriana Calcanhotto)
10. Maldito rádio (Adriana Calcanhotto)
11. Devolva-me (Lilian Knapp / Renato Barros)
12. E sendo amor (Adriana Calcanhotto)
13. Esquadros (Adriana Calcanhotto)
14. Canção de novela (Adriana Calcanhotto)
15. Depois de ter você (Cantada) (Adriana Calcanhotto)
16. Vambora (Adriana Calcanhotto)
Bis:
17. Mentiras (Adriana Calcanhotto)
18. Tua (Adriana Calcahotto)
19. Me dê motivo (Michael Sullivan / Paulo Massadas)

Fotos

0 comentário em “SHOW: De volta à capital paulista, a onda de Adriana Calcanhotto bateu bem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s