SHOW: Locomotiva do estilo, Wanderléa acerta o tom em “Maravilhosa”

Wanderléa no palco do Teatro Sesc Vila Mariana (Foto Alexandre Eça)
Wanderléa no palco do Teatro Sesc Vila Mariana (Foto Alexandre Eça)

Wanderléa – Maravilhosa
Quando: 12.9.2014
Onde: Teatro Sesc Vila Mariana – São Paulo
Review: star-512star-512star-512star-512

Quero ter uma vida maneira, mas não levo jeito de prisioneira“, os versos do soulman Hyldon em “Vida Maneira”, primeiro dos 17 números de Maravilhosa, show que a cantora mineira Wanderléa trouxe novamente à capital paulista neste final de semana, foram cantados com propriedade pela artista no palco do Teatro Sesc Vila Mariana. Este disco, lançado em 1972,  é um divisor de águas na carreira da Wanderléa. Primeiro por marcar o rompimento da musa da Jovem Guarda com os esquemas comerciais impostos pela gravadoras. Esquemas viciados que sufocavam qualidades artísticas, cercando seus contratados em espectro limitador em busca de sucesso. Wanderléa era a Ternurinha e, para eles, jamais poderia ser qualquer outra coisa. Ao voltar de Londres, em 1970, com uma marcha inédita de Caetano Veloso, “Chuva Suor e Cerveja“, a cantora já buscava novos horizontes. Ensaiou uma guinada lançando dois compactos simples, em 1970 e 1971, quase sem repercussão, e chegou feliz, antenada à Tropicália, em “Wanderléa… Maravilhosa”. O espírito tropicalista domina o show que virou DVD, gravado em 2013 no Teatro Municipal de São Paulo, dentro da programação da Virada Cultura daquele ano.

wanderlea_alexandre_eça-20-2
Foto Alexandre Eça

Locomotiva do estilo, Wanderléa… Maravilhosa mostra uma pegada pop roqueira em temas como “Back in Bahia“, segundo número do roteiro ou mesmo em “Chica Chica Boom Chic“, mais funkeada e adornada por metais em brasa, que a cantora pescou do repertório de Carmem Miranda. Mesmo passados 40 anos do lançamento do disco, o frescor do trabalho fica explícito nas deliciosas abordagens de “Quero Ser Locomotiva” (Jorge Mautner), “Deixa” (Hyldon) e “Telegrama” (Cacao / José Renato) e segue rumo ao carnaval em “Badalação (Bahia Vol. 2)“, “Pula, Pula” e “Chuva Suor e Cerveja“. Sem nunca perder o pique e sem amarras estilísticas, Wanderléa ainda trouxe mais duas canções do repertório de Carmem – “Casaquinho de Tricô” e “Uva de Caminhão“, momento que o pop-rock-funk deu um trégua e o show se abriu mais delicado, com a cantora em cena apenas acompanhada por um regional. Como para marcar os ares de independência, Wanderléa suprimiu do roteiro as duas canções de Maravilhosa que à época foram impostas pela gravadora, substituindo-as pela ótima “Ginga de Mandiga” (Jorge Mautner) e pela parceria de João Donato e Gilberto Gil  “Que Besteira“, registradas no seu disco posterior “Feito Gente”, de 1975.

Depois do elétrico e certeiro setlist oficial, o bis improvisado recuou à Jovem Guarda a pedidos do público para três sucessos infalíveis – “É o tempo do amor” (Roger Samyn), “Exército do Surf” (Pataccini / Mogol  em versão de Neusa de Souza) e “Pare o casamento” – ampliando ainda mais o recorte atemporal de um show onde Wanderléa (em forma invejável) acerta no tom contemporâneo e passa longe do saudosismo revisionista.

O roteiro de “Maravilhosa”: 

1. Vida maneira (Hyldon)
2. Back in Bahia (Gilberto Gil) / Banho de lua (Francisco Migliacci / Bruno de Fillipini em versão de Fred Jorge)
3. Deixa (Hyldon)
4. Telegrama (Cacaso / José Renato)
5. Quero ser locomotiva (Jorge Mautner)
6. Badalação (Bahia vol. 2) (Nonato Buzar / Tom & Dito)
7. Mate-me depressa (Rossini Pinto)
8. Casaquinho de tricô (Paulo dos Santos Barbosa)
9. Uva de caminhão (Assis Valente)
10. Chica chica boom chic (Harry Warren / Mack Gordon)
11. Ginga da mandinga (Jorge Mautner / Rodolpho Grani Jr)
12. Que besteira (João Donato / Gilberto Gil)
13. Pula, pula (Salto de sapato) (Jards Macalé / Capinam)
14. Chuva, suor e cerveja (Caetano Veloso)
Bis
15. É o tempo do amor (Roger Samyn)
16. Exército do Surf (Pataccini / Mogol  em versão de Neusa de Souza)
17. Pare o casamento

Fotos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s