Destaque Foto Música Mpb Pop Resenhas Rock Show

Tensão e discurso contundente marcam a estreia do novo show de Anelis Assumpção

Anelis Assumpção no palco do Teatro Paulo Autran (Foto Alexandre Eça)
Anelis Assumpção no palco do Teatro Paulo Autran (Foto Alexandre Eça)

Show: Anelis Assumpção e os Amigos Imaginários
Quando: 25.9.2014
Onde: Teatro Paulo Autran – São Paulo
Review: star-512star-512star-512 1/2

A íntima relação da cantora Anelis Assumpção com a cidade de São Paulo inspirou não só o álbum que a artista lançou neste mês de setembro, o ótimo Anelis Assumpção E Os Amigos Imaginários, mas também deu o tom do show que serviu de lançamento para o disco. Quando as cortinas do Teatro Paulo Autran foram abertas, uma concentrada Anelis convidava, nos versos da música de abertura da noite, “Cê Tá Com Tempo?“, o público a se inserir num universo incisivamente pontuado pela cultura de rua da capital paulista. Já na segunda na canção do enxuto roteiro que contemplou basicamente o novo repertório, os três painéis brancos dispostos ao fundo do palco começaram a ganhar cores pelas mãos do artista Paulo Ito, evocando a cena artsy da cidade em grafites criados ao vivo.  O artifício cênico, interessante, chega a atrapalhar a quente mistura de reggae, dub e ska que funciona com perfeição no disco, mas parece menos sedutora na primeira parte do show, com a cantora pouco a vontade e ligeiramente tensa em números como “Eu Gosto Assim“, “Mau Juízo” e “Por Que?“. A bonita, mas excessivamente escura, iluminação tampouco ajuda, fazendo o live painting ter mais destaque que os músicos e a cantora em cena. A tensão, comum em qualquer estreia, só começa a ser diluída a partir do quinto número da noite.

Quando a levada latina, de contornos sensuais, de “Inconcluso” toma o palco e a luz enfim chega aos músicos, a grandeza de Anelis Assumpção, um dos nomes mais interessantes da música contemporânea paulistana, aparece e o show toma outro rumo. Mais solta, com a banda formada por Bruno Buarque (bateria), Cris Scabello (guitarra), Edy Trombone (trombone), Lelena Anhaia (guitarra), Mau (baixo) e Zé Nigro (teclado) afiadíssima, a cantora desfila bem mais segura seu discurso autoral urbano e contundente em “Devaneios” com a adesão do fraseado rap do baiano Russo Passapusso, parceiro na composição. Sem dar tempo pro respiro, “Declaração” atinge o ápice estilístico com as participações de Kiko Dinucci e Rodrigo Campos, dupla que “suja” o som com distorções de guitarra que fazem o show chegar à beira da atmosfera noise moldada por forte acento percussivo. Mostra que a força da criação coletiva mirada pela artista dá o tom nesta parte do roteiro. Na sequência, o ska “Song To Rosa“, cantando em dueto com Thalma de Freitas, vai seguindo caminhos de acertos que desaguam no rock “Minutinho“, fechando o setlist de forma impactante. É esta segunda metade do show, onde Anelis se joga de forma visceral para dentro da sua criação musical e performática, que sublinha belamente e com perfeição Anelis Assumpção e os Amigos Imaginários como um dos melhores lançamentos fonográficos do ano. Uma estreia correta, que carece de sintonia mais fina, coisa que a rodagem do show deve se incumbir de burilar ainda mais.

O roteiro armado por Anelis na estreia nacional de Anelis Assumpção e os Amigos Imaginários:

1. Cê Tá Com Tempo? (Anelis Assumpção)
2. Eu Gosto Assim (Anelis Assumpção)
3. Mau Juízo (Anelis Assumpção)
4. Toc Toc Toc (Anelis Assumpção)
5. Por Quê (Anelis Assumpção)
6. Inconcluso (Anelis Assumpção)
7. Devaneios (Anelis Assumpção / Russo Passapusso)
8. Declaração (Anelis Assumpção / Kiko Dinucci / Céu)
9. Song To Rosa (Anelis Assumpção)
10. Totalmente À Revelia (Itamar Assumpção)
11. Minutinho (Anelis Assumpção / Alzira E / Arruda / Jerry Espíndola)
BIS
12. Not Falling (Anelis Assumpção / Giba Nascimento)
13. Caroço (Anelis Assumpção / Russo Passapusso)

Fotos

2 comentários em “Tensão e discurso contundente marcam a estreia do novo show de Anelis Assumpção

  1. Valeu a atenção aos detalhes 😉

    Complementando…

    10 – Totalmente à revelia (Itamar Assumpção)
    12 – Not Falling (Anelis Assumpção / Giba Nascimento)
    13 – Caroço (Anelis Assumpção / Russo Passapusso)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s