Destaque Foto Lançamentos Música Mpb Pop Resenhas Show

“Nude”, Tulipa Ruiz revê obra em show primoroso

Na estreia paulistana de TU no Teatro Paulo Autran, Tulipa Ruiz destacou que aquele era um show formatado para teatros e espaços intimistas. Show para tempos de crise. O formato voz, violão e percussões, chamado de “nude” pela cantora, tem tom (precocemente) revisionista, apesar de alinhar no setlist quatro canções inéditas.

TU é minimalista em quase tudo: acerta na concepção cenográfica – a rigor, apenas a luz desenhando climas e intenções -, na sonoridade econômica do violão de Gustavo Ruiz e nas sutis intervenções percussivas de Samuel Fraga. Mas há um componente na receita do show que foge do estado mínimo – a voz de Tulipa Ruiz. Um assombro. Perfeita nos 18 números do espetáculo, Tulipa se mostra uma senhora cantora. Artista conectada com seu público, leve e segura, que dribla com graça até momentos em que erra a letra de Efêmera, sua música mais conhecida.

tulipa_ruiz_tu-116
Tulipa Ruiz na estreia de TU em São Paulo. Foto Alexandre Eça

Dona da voz, consegue imprimir ares de novidade e frescor a canções resgatadas de outros shows, que agora voltam renovadas ao roteiro de TU como Like This, Sushi e Do Amor, três números que ganham muito no novo formato. De Dancê, seu disco menos inspirado, Tulipa retoma Prumo e Proporcional, mais uma vez valorizando cada nota com precisão e alguma teatralidade. Das novas, do disco recém-lançado, a artista ilumina Terrorista del Amor, Tu e Game com participação de um público que parecia ganho desde a abertura do espetáculo, entoando os versos de Pedrinho, música do primeiro disco da cantora.

tulipa_ruiz_tu-106
Tulipa Ruiz. Foto Alexandre Eça

Ao fim do expansivo bis com Efêmera, Prumo, Pedra e Game, o que fica é uma sensação indisfarçável de que TU é show primoroso. Um dos melhores apresentados nos palcos de São Paulo esse ano e que atesta Tulipa Ruiz como a melhor cantora da geração surgida nesta década.

tulipa_ruiz_tu-110
Tulipa, Gustavo Ruiz e Samuel Fraga. Foto Alexandre Eça

Setlist

1. Pedrinho (Tulipa Ruiz)
2. Game (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz)
3. Terrorista del amor (Ava Rocha / Gustavo Ruiz / Paola Alfamor / Saulo Duarte / Tulipa Ruiz)
4. Tu (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz)
5. É (Tulipa Ruiz)
6. Reclame (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz / Luiz Chagas / Marcio Arantes / Caio Lopes)
7. Proporcional (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz)
8. Desinibida (Tulipa Ruiz / Tomás Cunha Ferreira)
9. Do amor (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz)
10. Algo maior (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz / Luiz Chagas)
11. Like this (Tulipa Ruiz / Ilhan Ersahin)
12. Dois cafés (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz)
13. Sushi (Tulipa Ruiz / Luiz Chagas)
14. Pólen (Tulipa Ruiz)
Bis
15. Efêmera (Tulipa Ruiz)
16. Pedra (Luiz Chagas)
17. Prumo (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz)
18. Game (Tulipa Ruiz / Gustavo Ruiz)

0 comentário em ““Nude”, Tulipa Ruiz revê obra em show primoroso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s